r: Mary Jones foi quem inspirou a fundação da primeira Sociedade Bíblica, em 1804, em Londres. Com apenas nove anos, essa menina galesa se impôs um desafio: ter a sua própria Bíblia. Depois de economizar durante seis anos, Mary Jones teve ainda de andar 40 quilômetros para conseguir um exemplar do Livro Sagrado. Foi sua comovente história que deu início ao movimento das Sociedades Bíblicas, hoje presente em mais de 200 paises.         "Ó SENHOR Deus, a tua palavra dura para sempre; ela é firme como o céu." (Salmo 119.89)


O EVANGELHO DE

MATEUS

O Evangelho de Mateus apresenta Jesus como o Messias, o Salvador que Deus havia prometido enviar ao mundo. O Evangelho começa com a lista dos antepassados de Jesus, ligando-o assim à história do povo de Deus. Jesus é aquele em quem se cumprem as promessas feitas ao rei Davi e a Abraão, o pai do povo escolhido. Em seguida o autor conta a história do nascimento de Jesus, citando, passo a passo, texto do Antigo Testamento a fim de provar que Jesus é de fato o Messias que Deus enviou (1.23; 2.5-6; 2.15;2.17-18;2.23).

Neste Evangelho os fatos da vida de Jesus aparecem na mesma ordem seguida no Evangelho de Marcos. Depois de ser batizado no rio Jordão por João Batista, Jesus é tentado no deserto e em seguida vai para a Galiléia, onde ensina multidões, cura doentes e expulsa demônios.

Mateus dá muita importância aos ensinamentos de Jesus e os junta em cinco grandes discursos: (1) o sermão do monte, em que Jesus fala a respeito do caráter, dos deveres, dos privilégios e do destino daqueles que pertencem ao Reio do céu (caps. 5-7); (2) instruções dadas aos doze apóstolos para a sua missão de anunciar a vinda do Reino do Céu e de curar os doentes (cap. 10); (3) os segredos do Reino do céu, apresentados em forma de comparações (cap. 13); (4) ensinamentos a respeito da Igreja, a nova comunidade composta dos seguidores de Jesus (cap. 18); (5) ensinamentos sobre o fim do mundo e a vinda do Reino do céu (caps. 24-25).

Fonte: A Bíblia Sagrada- Tradução na Linguagem de Hoje- SOCIEDADE BÍBLICA DO BRASIL - SP

Nota: Nesta oportunidade, o site Ciência e Saúde reproduzirá o primeiro dos cinco grandes discursos do Evangelho de Mateus.


O sermão do monte

Mateus capítulo 5

1 Quando Jesus viu a grande multidão, subiu um monte e sentou-se. Os seus discípulos chegaram perto dele,
2
e ele começou a ensiná-los, dizendo assim:
 

A verdadeira felicidade

(Lucas 6.20-23)

3 Felizes os que sabem que são espiritualmente pobres, pois o Reino do céu é deles.
4
Felizes os que choram, pois Deus os consolará.
5
Felizes os humildes, pois receberão o que Deus tem prometido.
6
Felizes os que têm fome e sede de fazer a vontade de Deus, pois ele os deixará completamente satisfeitos.
7
Felizes os que têm misericórdia dos outros,  pois Deus terá misericórdia deles também.
8
Felizes os que têm o coração puro, pois eles verão a Deus.
9
Felizes os que trabalham pela paz entre as pessoas, pois Deus os tratará como seus filhos.
10
Felizes os que sofrem perseguição por fazerem a vontade de Deus, pois o Reino do céu é deles.
11
Felizes são vocês quando os insultam, perseguem e dizem todo tipo de calúnia contra vocês por serem meus seguidores.
12
Fiquem alegres e contentes, porque está guardada para vocês uma grande recompensa no céu. Pois foi assim mesmo que perseguiram os profetas que viveram antes de vocês.
 

O sal e a luz

(Marcos 9.50; Lucas 14.34-35)

13 Vocês são o sal para a humanidade; mas, se o sal perde o gosto, deixa de ser sal e não serve para mais nada. É jogado fora e pisado pelos que passam.
14
Vocês são a luz para o mundo todo. não se pode esconder uma cidade construída sobre um monte.
15
Ninguém acende uma lamparina para pôr debaixo de um cesto. Ao contrário, ela é colocada no lugar próprio para que ilumine todos os que estão na casa.
16
Assim  também a luz de vocês deve brilhar para que os outros vejam as coisas boas que vocês fazem e louvem o Pai que está no céu.
 

A Lei

 

17 Não pensem que eu vim acabar com a Lei de Moisés e os ensinamentos dos profetas. Não vim acabar com eles e sim dar o verdadeiro sentido deles.
18
Lembrem-se disto: enquanto o céu e a terra durarem, nada será tirado da Lei - nem a menor letra, nem qualquer acento. E assim será até o fim de todas as coisas.
19
Portanto, qualquer um que desobedecer ao menor mandamento e ensinar os outros a fazerem o mesmo será considerado o menor no Reino do céu. Por outro lado, quem obedecer à Lei e ensinar os outros a fazerem o mesmo será grande no reino do céu.
20
Pois eu afirmo que vocês só entrarão no Reino do céu se, ao fazerem a vontade de Deus, forem mais fiéis do que os professores da Lei e os fariseus.
 

O ódio

 

21 Vocês ouviram o que foi dito aos seus antepassados: "Não mate. Quem matar será levado à presença do juiz."
22
Mas eu lhes digo que qualquer um que ficar com raiva do seu irmão será julgado. Quem disser ao seu irmão: "Você não vale nada" será julgado pelo tribunal. E quem chamar o seu irmão de idiota estará em perigo de ir para o fogo do inferno.
23
Portanto, se você for ao altar para dar a sua oferta a Deus e se lembrar ali de que o seu irmão tem alguma queixa contra você,
24
deixe a oferta diante do altar e vá logo fazer as pazes com o seu irmão. Depois volte e dê a oferta a Deus.
25
Se alguém fizer uma acusação contra você e quiser levá-lo diante do tribunal, faça amizade com essa pessoa enquanto há tempo, antes de chegarem lá. Porque, depois que você chegar ao tribunal, será entregue ao juiz, o juiz o entregará ao carcereiro, e você ficará preso.
26
Eu afirmo que você não sairá dali enquanto não pagar a multa toda.
 

O adultério

 

27 Vocês sabem o que foi dito: "Não cometa adultério."
28
Mas eu lhes digo: Quem olhar para uma mulher e desejar possuí-la já adulterou no seu coração.
29
Portanto, se o seu olho direito faz você pecar, arranque-o e jogue fora! É melhor perder uma parte do seu corpo do que o corpo inteiro ser jogado no inferno.
30
Se a sua mão direita o faz pecar, corte-a e jogue fora! É melhor perder uma parte do seu corpo do que o corpo inteiro ir para o inferno!
 

O divórcio

(Mateus 19.3-9; Marcos 10.2-12; Lucas 16.18)

 

31 Foi dito também: "Quem se separar da sua mulher deve dar a ela um documento de divórcio."
32
Porém eu digo: Todo homem que se separar da sua mulher, a não ser em caso de adultério, é culpado de torná-la adúltera, se ela se casar de novo. E o homem que se casar com ela também comete adultério.
 

Os juramentos

 

33 Vocês sabem o que foi dito aos seus antepassados: "Não quebre a sua promessa, mas cumpra o que jurou ao Senhor que ia fazer."
34
Porém eu lhes digo: Não jurem de jeito nenhum. Não jurem pelo céu, pois é o trono de Deus;
35
nem pela terra, pois é o estrado onde ele descansa os seus pés; nem por Jerusalém, pois é a cidade do grande Rei.
36
  Não jurem nem mesmo pelas suas cabeças, pois vocês não podem fazer um só fio de cabelo ficar branco ou preto.
37
Digam apenas "sim"ou "não", pois qualquer coisa mais que disserem vem do Diabo.
 

A vingança

(Lucas 6.29-30)

38 Vocês ouviram o que foi dito: "Olho por olho, dente por dente."
39
Eu porém lhes digo: Não se vinguem dos que lhes fazem mal. Se alguém lhe der um tapa na cara, vire o outro lado para ele bater também.
40
Se processarem você para tomar a sua túnica, deixe que levem também a capa.
41
Se um dos soldados estrangeiros forçá-lo a carregar uma carga um quilômetro, carregue-a dois quilômetros.
42
Se alguém lhe pedir alguma coisa, dê; e empreste a quem lhe pedir emprestado.
 

Amar os inimigos

(Lucas 6.27-28, 32-36)

43 Vocês sabem o que foi dito: "Ame os seus amigos e odeie os seus inimigos.
44
"Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e orem pelos que perseguem vocês
45
para que vocês se tornem filhos do Pai que está no céu. Porque ele faz o sol brilhar sobre os bons e os maus e dá a chuva tanto aos que fazem o bem como aos que fazem o mal.
46
Se vocês amam somente aqueles que os amam, por que esperam alguma recompensa de Deus? Até os cobradores de impostos amam aqueles que os amam!
47
Se vocês falam somente com os seus amigos, o que é que fazem de mais? Até os pagãos fazem isso!
48
Portanto, sejam perfeitos em amor, assim como é perfeito o Pai de vocês, que está no céu.

 

Mateus capítulo 6

A caridade

 

1 Cuidado! Não pratiquem os seus deveres religiosos em público a fim de serem vistos pelos outros. Se vocês os praticarem assim não receberão nenhuma recompensa do Pai que está no céu.
2 Quando você der alguma coisa a um necessitado, não fique contando o que fez, como os hipócritas fazem nas casas de oração e nas ruas. Eles fazem isso para sem elogiados. Lembrem-se disto: eles já receberam toda a recompensa.
3 Mas você, quando ajudar algum necessitado, faça isso de tal modo que nem mesmo o seu amigo mais íntimo saiba o que você fez.
4 Isso deve ficar em segredo; e o seu Pai, que vê o que você faz em segredo, lhe dará a recompensa.
 

A oração

(Lucas 11 .2-4)

5  Quando vocês orarem, não sejam como os hipócritas. Eles gostam de orar de pé nas casas de oração e nas esquinas das ruas para serem vistos por todos. Lembrem-se disto: eles já receberam toda a recompensa.
6 Porém, quando você orar, vá para o seu quarto, feche a porta e ore ao seu Pai, que não pode ser visto. E o seu Pai, que vê o que você faz em segredo, lhe dará a recompensa.
7 Nas suas orações, não fiquem repetindo o que já disseram, como fazem os pagãos. Eles pensam que Deus os ouvirá porque fazem orações compridas.
8 Não sejam como eles, pois o Pai já sabe o que vocês precisam, antes de pedirem.
9 Portanto, orem assim: "Pai nosso, que estás nos céu,que todos reconheçam que o teu nome é santo.
10 Venha o teu Reino. Que a tua vontade seja feita aqui na terra como é feita no céu.
11 Dá-nos hoje o alimento que precisamos.
12 Perdoa as nossas ofensas como também nós perdoamos os que nos ofenderam.
13 E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal."
14 Porque, se perdoarem as ofensas dos outros contra vocês, o Pai que está no céu também perdoará vocês.
15  Mas, se não perdoarem os outros, o Pai também não perdoará as ofensas de vocês.
 

O jejum

 

16 E, Quando vocês jejuarem, não façam uma cara triste como os hipócritas, pois eles fazem assim para todos saberem que estão jejuando. Lembrem-se disto: eles já receberam toda a recompensa.
17 Quando você jejuar, lave o rosto e penteie o cabelo
18 para os outros não saberem que você está jejuando. E somente o Pai, que não pode ser visto,saberá que você está jejuando. E ele, que vê o que você faz em segredo, lhe dará a recompensa.
 

A verdadeira riqueza

(Lucas 12.33-34)


19 Não ajuntem riquezas neste mundo, onde as traças e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e roubam..
20 Ao contrário, ajuntem riquezas no céu, onde as traças e ferrugem não podem destruí-las, e os ladrões não podem arrombar e roubá-las.
21 Pois onde estiverem as suas riquezas, aí estará o coração de vocês.
 

A luz do corpo

(Lucas 11.34-36)

22 A cOs olhos são como uma luz para o corpo: se os seus olhos forem bons, o seu corpo todo estará na luz.
23 Mas, se os seus olhos forem maus, o seu corpo todo ficará na escuridão. Assim, se a luz que você tem se transformar em escuridão, como será terrível essa escuridão!
 

Deus e as riquezas

(Lucas 16.13; 12.22-31)

24Um escravo não pode servir dois donos ao mesmo tempo, pois detestará um e gostará do outro; ou seja fiel a um e desprezará o outro. Vocês não podem servir a Deus e também servir ao dinheiro.
25 Por isso eu digo a vocês: Não se preocupem com a comida e com a bebida que precisam para viverem nem com a roupa que precisam para vestirem. Afina, será que a vida não é mais importante do que a comida? E será que o corpo não é mais importante do que as roupas?
26 Vejam os passarinhos que voam por aí: eles não semeiam, não colhem, nem ajuntam em depósitos. No entanto, o Pai que está no céu dá de comer a eles. Será que vocês não valem muito mais do que os passarinhos?

27 Nenhum de vocês pode viver alguns anos mais, por se preocupar com isso.
28 E por que vocês estão preocupados com as roupas? Vejam como crescem as fores do campo: elas não trabalham nem fazem roupas para si mesmas.
29 Mas eu afirmo que nem mesmo Salomão, sendo tão rico, usava roupas tão bonitas como essas flores.
30 É Deus quem veste a erva do campo, que hoje floresce e amanhã desaparece, queimada no forno. Então, é claro que Deus vestirá também vocês, que têm uma fé tão pequena!
31 Portanto, não fiquem preocupados, dizendo: "Onde é que vou arranjar comida, bebida e roupas?"
32 Os pagãos estão sempre procurando essas coisas. O Pai de vocês, que está no céu, sabe que vocês precisam de tudo isso.
33 Portanto, ponham em primeiro lugar nas suas vidas o Reino de Deus e aquilo que Deus quer, e ele lhes dará todas as outras coisas.
34 Por isso, não fiquem preocupados com o dia de amanhã, pois o dia de amanhã trará as suas próprias preocupações. Para cada dia bastam as suas próprias dificuldades.

 

Mateus capítulo 7

 

O hábito de julgar os outros

(Lucas 6.37-38, 41-42)

1 Não julguem os outros para não serem julgados por Deus.
2 Porque Deus os julgará do mesmo modo que vocês julgarem os outros e usará com vocês a mesma regra que usarem com os outros.
3 Por que é que você olha o cisco que está no olho do seu irmão e não vê o pedaço de madeira que está no seu próprio olho?
4 Como pode dizer ao seu irmão: "Deixe-me tirar esse cisco do seu olho", quando você tem um pedaço de madeira no seu próprio olho?
5 Hipócrita! Tire primeiro o pedaço de madeira que está no seu olho e então poderá ver bem para tirar o cisco que está no olho do seu irmão.
6 Não dêem aos cães o que é sagrado, pois eles se voltarão contra vocês e os atacarão; não joguem as suas pérolas aos porcos, pois eles vão pisá-las.

 

A bondade de Deus

(Lucas 11.9-13)

7Peçam e receberão; procurem e acharão; batam, e a porta se abrirá.
8 Porque todos aqueles que pedem recebem; aqueles que procuram acham; e a porta se abre para quem bate.
9 Por acaso algum de vocês, que é pai, será capaz de dar uma pedra ao filho que pedir pão?
10 Ou lhe dará uma cobra quando ele pedir peixe?
11 Vocês, mesmo sendo maus, sabem dar coisas boas aos seus filhos. Quanto mais o Pai que está no céu dará coisas boas aos que lhe pedirem!
12 Façam aos outros o que querem que eles façam a vocês: este é o sentido da Lei de Moisés e dos ensinamentos dos profetas.

Os dois caminhos

(Lucas 13.24)

 

13 Entrem pela porta estreita porque a porta larga e o caminho fácil levam à perdição, e há muita gente que anda por esse caminho.
14 A porta estreita e o caminho difícil conduzem à vida, e pouca gente encontra esse caminho.

 

Os falsos profetas

(Lucas 6.43-44)

15 Cuidado com os falsos profetas. Eles vem disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos selvagens.
16 Vocês os conhecerão pelo que eles fazem. Os espinheiros não produzem uvas nem as plantas espinhosas dão figos.
17 Assim, toda árvore boa dá frutas boas, e a árvore que não presta dá frutas ruins.
18 A árvore boa não pode produzir frutas ruins nem a árvore que não presta dar frutas boas.
19 Toda árvore que não produz frutas boas é cortada e jogada no fogo.
20 Portanto, vocês conhecerão os falsos profetas pelo que eles fazem.

 

Quem entra no Reino do céu

(Lucas 13.25-27)

21 Nem todo o que me chama "Senhor, Senhor"entrará no Reino do céu, mas somente aquele que faz a vontade do meu Pai que está no céu.
22 Quando aquele Dia chegar, muitos vão me dizer: "Senhor, Senhor, em seu nome anunciamos a mensagem de Deus e pelo seu nome expulsamos muitos demônios e fizemos muitos milagres! "
23 Então eu responderei: "Nunca os conheci. Afastem-se de mim, vocês que só fazem o mal!"

 

Os dois alicerces

(Lucas 6.46-49)

24 Quem ouve esses meus ensinamentos e lhes obedece é como um homem sábio que construiu a sua casa sobre a rocha.
25 Caiu a chuva, vieram as enchentes, e o vento soprou com força contra aquela casa. Porém ela não caiu porque havia sido construída sobre a rocha.
26 Quem ouve esses meus ensinamentos e não lhes obedece é como um homem sem juízo que construiu a sua casa na areia.
27 Caiu a chuva, vieram as enchentes, e o vento soprou com força contra aquela casa. Ela caiu, e a sua destruição foi completa.

 

A autoridade de Jesus

28 Quando Jesus acabou de falar, a grande multidão estava admirada com a sua maneira de ensinar.
29 Ele não era como os professores da Lei; ao contrário, ensinava com a autoridade dele mesmo.
 

 


Voltar